Você está aqui
Home > Desporto > Nasser Al Attiyah Lidera Rali de Marrocos

Nasser Al Attiyah Lidera Rali de Marrocos

 

Nasser Al Attiyah chegou ontem ao final da 4ª etapa do Oilybia Rali de Marrocos como líder da prova. O piloto do Qatar, na Toyota com as cores da Red Bull, tirou partido dos problemas que afetaram o Peugeot 3008DKR de Sébastien Loëb/Daniel Elena, que desde a 1ª etapa haviam conservado o primeiro lugar. Na etapa de ontem, Nasser Al Attiyah venceu, concretizando a sua 3ª vitória na prova, onde já havia sido primeiro no prólogo e na 3ª etapa. O piloto da Toyota chegou a Erfoud com 8m46s de vantagem sobre o Mini de Orlando Terranova e 9m02s sobre ‘Nani’ Roma, que foi 3º, noutro Mini. Jakub Przygonski foi 4º, também num Mini, enquanto o anterior líder da prova, Sébastien Loëb não foi além do 5º posto, a 10m28s.

Loëb atrasou-se durante o dia de ontem devido à quebra de um amortecedor no Peugeot 3008DKR. O francês embateu numa pedra que se encontrava num buraco que a organização havia mencionado no road book como ‘Zona de Perigo 1’ (o nível menos perigoso). Loëb, não foi o único dos Peugeot a ter problemas, já que também Carlos Sainz se atrasou na prova. O espanhol ¨também viu um amortecedor do seu Peugeot partir, deitando por terra a excelente recuperação que até ali vinha efetuando.

“Não foi o melhor modo de acabar esta Etapa Maratona”, disse Loëb no final. “Terminámo-la a rolar devagar, perdendo pelo menos 10 minutos. Não era, de todo, o nosso objetivo, pois até agora tudo estava a correr bem e estávamos muito rápidos com o 3008DKR. O Daniel e eu tivemos sempre satisfeitos e estávamos confiantes, mas infelizmente surgiu este problema mecânico que nos afetou, tal como ao Carlos, que teve algo semelhante. Claro que é melhor aqui do que no Dakar! Ele destaca uma fraqueza e temos de encontrar a causa. Vencer o rali parece agora mais complicado.”

Hoje disputa-se a última etapa da prova, que será disputada na região de Erfoud, com duas especiais, de 179,5 km e 8,65 km.

Nasser Al Attiyah lidera a Geral no Toyota, a 6m42s de Sébastien Loëb em Peugeot. ‘Nani’ Roma é o melhor da Mini, em 3º a 23m34s, seguido dos seus dois companheiros de equipa, Jakub Przygonski (24m48s) e Vladimir Vasilyev (29m38s). Carlos Sainz caíu para o 12º lugar, a 1h26m11s.

Entre os portugueses, Felipe Palmeiro, com Boris Garafulic no Mini, subiram ao 9º lugar (1h17m39s), enquanto Alejandro Martins/Manuel Porém tiveram uma boa etapa na Toyota, melhorando 4 lugares, para agora serem 18º.

Fotos: Oficiais/Red Bull, Peugeot

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top