Você está aqui
Home > Desporto > Sébastien Loëb na Liderança do Rali de Marrocos

Sébastien Loëb na Liderança do Rali de Marrocos

 

Sébastien Loëb/Daniel Elena

Sébastien Loëb saltou ontem para a liderança do Oilybia Rali de Marrocos, prova a contar para o FIA WCCCR (Taça do Mundo de Ralis Todo Terreno). Aos comandos do Peugeot 3008 DKR, o francês necessitou de 3h42m52s para fazer a especial que ligou Fez a Erfoud, num total de 460,39 km (367,18 km de especial), deixando o seu mais direto adversário, Jakub Przygonski, no Mini, a 12m59s e o até então líder da prova, Nasser Al Attiyah, que foi 3º, a uns significativos 13m09s. Depois de anteontem ter sido segundo na 1ª etapa e posteriormente sofrido uma penalização de 1 minuto, Loëb acaba ontem por definir um ritmo para a sua prova que, para já, não tem concorrência à altura.

“Foi um dia muito bom. Mantivemo-nos concentrados e não fizemos qualquer erro de condução ou ao volante”, disse Sébastien Loëb. “Conseguimos ultrapassar todos os concorrentes à nossa frente e concluir a etapa em primeiro. É muito bom já contar com esta distância na classificação, mesmo que ainda haja obviamente muitos quilómetros e outros desafios pela frente.”

Jakub Przygonski, acompanhado de Tom Colsoul, foi o 2º classificado, com o Mini, sendo o melhor representante da marca alemã. O 3º melhor na etapa de ontem foi o anterior líder da prova, Nasser Al Attiyah. O piloto do Qatar, fez um bom tempo com a Toyota na etapa de ontem, que é a mais longa da prova, mas acaba por ficar a uma ‘eternidade’ do agora líder.

Jakub Przygonski/Tom Colsoul

O 4º classificado foi Vladimir Vasilyev no Mini, com o seu companheiro de equipa ‘Nani’ Roma a acabar logo atrás. Em 6º lugar na etapa, colocou-se Martin Prokop, que habitualmente milita no WRC e que veio num Ford experimentar os ‘ares’ da Taça do Mundo de Todo Terreno e, para já, não se está a dar propriamente mal.

No segundo Peugeot 3008 DKR, Carlos Sainz concluiu a etapa no 7º lugar. O espanhol optou por uma postura cautelosa, mas também seria prejudicado com dois furos e o consequente tempo perdido na substituição dos pneus. Atrás do espanhol colocou-se Mikko Hirvonen num Mini, seguido do Toyota de Aron Domzala e do Mini de Bryce Menzies.

Nasser Al Attiyah/Mathieu Baumel

Quanto aos portugueses, Felipe Palmeiro ajudou o seu piloto Boris Garafulic (Mini) a concluir a etapa em 11º, enquanto que Alejandro Martins/Luis Porém foram 13º no Toyota.

Na classificação geral, após a 2ª etapa, Loeb é líder, com 3h52m48s, seguido de Nasser Al Attiyah a 11m51s. Os três Mini de Przygonski, Vasilyev e Roma ocupam as restantes posições do top 5.

A etapa de hoje ligará Erfoud a Ergchebi, com 24.44 km de ligação e 354.45 km de setor seletivo.

Fotos: Oficiais/Peugeot e Red Bull/Kin Marcin

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top